terça-feira, agosto 28, 2007

20 minutos sem nada de especial para fazer:

"Paranoimia" - The Art of Noise
"Cruel Summer" - Bananarama
"Manic Monday" - The Bangles
"Can't stop the Ranch"- Bunnyranch
"Talking Hearts" - Carla Bley
São Vicente di longe" - Cesária Évora


A ordem é alfabética.

Isto deve querer dizer alguma coisa.

terça-feira, agosto 21, 2007


Passo todos os dias pela livraria depois de almoçar. Agora ando atrás de livros/revistas/sites sobre vela. Pois é; vou construir um veleiro e correr mar.

Adiante.

Passo pela livraria e hoje havia “novidade”: PÂNICO de Jeff Abbott.

Na capa do livro pode ler-se:

“Um dos melhores livros do ano” e quem o diz é Harlan Coben.

Espantosas coisas se dizem ... e a gente nem refila.

Como é possível alguém, mesmo que seja Harlan Coben (seja ele quem for), dizer semelhante coisa?

Não é o raio do artigo indefinido que me irrita. É o facto de Harlan Coben ter lido TODOS os livros do ano.

Adenda às 16:46
Pensando melhor, afinal não precisa de ter lido TODOS os livros. Num certo sentido o que ele diz é uma verdade absoluta.

Imaginemos que no ano se publicaram 10000 livros. O pior deles, é ainda assim um dos melhores; mais precisamente o 10000º melhor.