quarta-feira, fevereiro 25, 2009

Um desejo assíncrono

New Year's Wish
Perry Blake

Streets are full of people
Laughter echoes through the halls
Christmas makes me dizzy
I have many friends to call

And pockets full of promises
I tried to keep them all
Calling out for someone
To replace the one that's gone

Sparkles like the diamond
That you've hidden in your room
I look into this night sky
And I wonder, where are you?

And winter's full of memories
That summer leaves behind
A new year's wish, an offering
To give another try

And pockets full of promises
I tried to keep them all
Calling out for someone
To replace the one that's gone

quinta-feira, fevereiro 19, 2009

"Inteiramente dentro"



(é segredo)

procurar como fome
e sempre ser amanhanoitecer

luminárias de tempestade guiam
fátuas
os ventos de fim

toda a cor uma intuição
e matiz nada
ou desperdício

detritos
rumo ao vazio
da expansão do sentir
contracção da espera

novos usos e dicionários

zarpar não ser abandono
ou regresso
e cataclismo
apenas uma teoria cinemática

sabê-lo exactamente
falência iminente

e no entanto surgires
solidão
anjo

e no entanto surgires
gugol "inteiramente dentro"

DAVID AUGUSTO FERNANDES

quarta-feira, fevereiro 18, 2009

Leituras - Manuel Alegre

De Momentos

"(Os anos passarão. Os canteiros hão-de gerar um outro buxo. Outros pássaros virão cantar nos ramos altos do pinheiro manso e dos plátanos. A tia morrerá. E a casa e o jardim, a própria vila, suas rotinas, seus ritmos e seus ecos. Não ficará senão a tua voz na tarde calma. Olá, disseste. E a terra começou a tremer.)"

MANUEL ALEGRE, A Terceira Rosa
Publicações Dom Quixote, 1998

segunda-feira, fevereiro 16, 2009

Johan Adonis - nome de parasita

Johan Adonis tem um blog e é um falsário, um parasita.

Nesse blog, este "senhor" publicou um post no dia 10 de Setembro de 2008 (post esse já retirado) em que nos dava conta de ...

"(...) um dos versos meus que recitei no Folctech 2008 realizado pelo Colégio São José, onde fui agraciado juntos com outras pessoas da nossa terra que contribuem de alguma forma com a cultura e o desenvolvimento do nosso município, com uma placa de reconhecimento cultural."

Esses "versos" intitulados "Agasalho de poeta" são afinal um poema de Nathan de Castro intitulado "Soneto com nó" e foi editado em 2005 no livro “1001 NOITES DE SONETOS E RABISCOS” e publicado no seu blog pessoal em 5 de junho de 2006.

O que leva alguém a expôr-se ao ridículo de uma situação destas, é coisa que me escapa completamente.

O referido “parasita” de seu nome Johan Adonis retirou o post onde publicava o poema (o que, só por si, é uma assunção de qualquer coisa) mas o google ajuda-nos.

O lamentável post continua no cache do google e pode ser visto aqui. Não dá trabalho nenhum a procurar as semelhanças: é um cópia integral.

Tal como às carraças, não se pode dar tréguas a estes parasitas.

quinta-feira, fevereiro 12, 2009

Ai!

Katarina Vavrová - Naked King"Não existe obsessão maior do que a do «universal» na verborreia dos incapazes. Toda essa verborreia é, no entanto, duma consagrada sonoridade.

Ninguém discute a razão do epíteto sublime, ninguém ousa gritar que o rei vai nu.

Ninguém - numa casa de fado - discute a lágrima nem a saudade. E tanto o fado como a crítica «humanista» são, todavia, a expressão acabada da violência, a apologia descarada do massacre.

Com a agravante de massacrarem sem remissão os direitos fundamentais da inteligência."

JOSÉ MARTINS GARCIA, Linguagem e criação, 1973
Assírio & Alvim